As Organizações Globo e a reordenação das comunicações

Valério Cruz Brittos

Resumo


O texto analisa os movimentos desenvolvidos pelas Organizações Globo, como forma de adequar-se ao capitalismo contemporâneo, constituindo novas estruturas, mudando executivos, realizando investimentos e partindo para a conquista de novos mercados, através da atuação em outras frentes de negócio e da expansão internacional, com reação à perda de audiência na televisão aberta, própria da "Fase da Multiplicidade da Oferta" da TV brasileira.

Palavras-chave


televisão; capitalismo contemporâneo; mudança tecnológica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/rbcc.v23i1.2005