O discurso de memória em textos autobiográficos de Primo Levi

Gabriel da Silva Araújo, Rogério Borges

Resumo


O presente artigo debate o discurso de memória dentro dos textos biográficos do escritor ítalo- judeu Primo Levi, um dos autores mais conhecidos pelas obras testemunhais que produziu acerca dos horrores da Segunda Guerra Mundial. Levando em consideração o livro É Isto Um Homem?, publicado originalmente na Itália em 1947 e que descreve o caminho percorrido pelo autor em um dos campos de concentração mantidos pelo Governo Alemão, o artigo trabalha o caminho de desconstrução humana do próprio protagonista da narrativa, trabalhando a divergência da construção e desconstrução da personagem. Por ser uma autobiografia, o autor estabelece um parâmetro mais incomum para o gênero, uma vez que reconhece as lacunas e as omissões cometidas no relato, que no final objetiva demonstrar como a humanidade pode ser extirpada via sofrimento, mesmo o do dono da narrativa.

Texto completo:

PDF