Artistas, Público Jovem e Questões Éticas: Uma Pesquisa Exploratória.

Carolina Hidaka Chaim, Maria Cristina Dias Alves

Resumo


Este texto traz à discussão as relações entre a ética de artistas e a experiência estética de uma parcela dos jovens brasileiros, com o objetivo de investigar se o conhecimento prévio da vida pessoal de artistas interfere na fruição das obras, sejam fílmicas, literárias, gráficas, plásticas e musicais, entre outras. Para tanto, além do diálogo com autores que discutem questões éticas, morais e a transcendência das obras de arte, como Franklin Leopoldo, Chauí, Bourdieu e Nietzsche, foi realizada uma pesquisa exploratória, quantitativa, com um grupo de jovens com idades entre 18 e 30 anos, geração considerada mais engajada em movimentos sociais, principalmente a partir de 2013, para verificar se, do mesmo modo que evitam o consumo de produtos ou de marcas consideradas antiéticas, também deixam de ter experiências com as obras de arte ao tomar conhecimento de comportamentos/atitudes de artistas (criadores ou intérpretes) que sejam contrárias aos preceitos éticos/morais da sociedade em que vivem.

Texto completo:

PDF